19 Anos

online dedicados aos amantes do bonsai no Brasil e no Mundo.
O tempo não faz de você um bonsaísta, é o seu interior que é ou não.
Bonsai

Árvore centenária repousa no tokonoma
Enquanto repouso em ti.
Vou deixando-me ficar
Aprendendo a secular Arte. 
              
Mário A. G. Leal
Blog Pensando Mario A G Leal
     
Você esta aqui: Home > O Bonsai 1 > Ganhei Um Bonsai
Ganhei um Bonsai - O que fazer?


1 - PROCURE SABER DO VENDEDOR

a) Qual o nome de sua árvore? Além do comum, se possível, o nome botânico.

b) Se gosta de sol, sombra ou meia luz?

c) Que tipo de adubo usar?

d) Quando deve ser reenvasada? (É uma informação importante para que as raízes não tomem conta do vaso e você venha a perder sua árvore.)

e) Se gosta de muita ou pouca água. Qual quantidade usar?

2 - ÁGUA - ISTO É FUNDAMENTAL .

A água é fundamental para a manutenção de um Bonsai em boas condições. Na maioria das vezes que converso com alguém que perdeu um Bonsai, verifico que houve descuido na administração de água: esquecimento, viagem,  "achei que estava molhado", etc... De fato não existe nenhum complicador para molharmos o nosso Bonsai desde que verifiquemos alguns pormenores: 

a) Clima em nossa região
Se você mora em uma região onde o clima é muito quente ( Ribeirão Preto ), deve molhar a sua planta até 3 vezes nos dias muito quentes. 

b) Tamanho do vaso e material de que é feito: cerâmica, concreto, etc... 
Alguns Bonsai são colocados em vasos pequenos. Isto propicia um enxugamento mais rápido, assim como o tipo do material usado na feitura do vaso. A cerâmica esmaltada conserva mais umidade que um vaso de concreto, este último é mais poroso.

c) Local aonde vamos deixá-la e o tempo de exposição ao sol. 
Dependendo do local onde colocamos a nossa planta irá acontecer uma variação na exposição; portanto é importante observarmos qual o tempo de incidência de sol. É com este tipo de observação que vamos controlando a rega do Bonsai. 

d) Época do Ano: fria, quente
É claro que, quando acontece uma mudança de tempo deverá acontecer uma mudança na quantidade de água. No período de Inverno nossa planta precisará de menos água. Você mesmo irá reparar que a umidade da terra permanecerá por muito mais tempo.

e) Tipo de planta
Alguns tipos de plantas como Crássulas, Ciprestes, Tuias e Pinheiros aceitam um solo menos úmido, é importante na hora da compra de um espécime solicitar informação geral sobre a planta e, principalmente, sobre a rega. 

f) Horário
Desde que seja um dia quente, rega-se pela manhã e também a tarde. Como foi dito acima, em dias excepcionalmente quentes devemos regar também no meio do dia. Uma boa hora para climas normais é na parte da tarde, sua planta vai aproveitar a umidade durante a noite. É claro que, em dias seguidos de muito frio não é aconselhável molhar a planta a tarde. O excesso de umidade pode apodrecer as raízes. 

g) Como regar
Uma maneira prática de medida é regar até a água escorrer pelo furo no fundo do vaso. Muitas vezes, por esquecimento, deixamos de molhar nossa planta por um dia. Quando isto ocorrer, a terra do vaso pode endurecer, e neste caso, devemos molhar a planta por imersão por alguns minutos isto é, colocar o vaso dentro de 1 recipiente com água. No ressecamento da terra acontece um travamento do substrato em redor das pequenas raízes e, quando molhamos da maneira normal a água não consegue atingir aquelas raízes essenciais na alimentação da planta, ocorrendo a perda total da planta. Observe que quando você molha um vaso seco, ou seja, onde não existe umidade, a água não penetra de imediato, ela escorre como se fosse um piso. A pouca água que permanece sobre a superfície do vaso vai dilatando e abrindo poros que absorverão a água; por isto devemos molhar cada vaso demoradamente e com regador de crivo fino. Importante: o vaso para Bonsai tem um furo de bom tamanho na parte de baixo que é para escoar o excesso de água que porventura tenhamos usado, fica então subentendido que não se deve usar um prato para apoio do vaso, isto criaria um acúmulo de água dentro do prato e por conseguinte no vaso.
 
h) Um teste excelente
Verifico a umidade dos meus vasos tocando a terra com as costas da mão. É uma boa maneira de sentir a umidade ou secura do composto. É NECESSÁRIA A UMIDADE NO VASO DE BONSAI. Se você pegar como exemplo qualquer planta na natureza, vai observar que, ao escavar até as suas raízes  verificará que elas estão em solo úmido. Não é porque seja um Bonsai que devemos manter a umidade mas, porque as raízes devem estar em solo com alguma umidade. Como o seu Bonsai não tem como levar as suas raízes até um solo úmido, você deve proporcionar esta condição.

ÚMIDO, NÃO ENCHARCADO.
A FALTA DE ÁGUA É A RAZÃO PARA A MAIORIA DOS BONSAI QUE SE PERDEM.
OBSERVE ATENTAMENTE AS INFORMAÇÕES ACIMA E TENHA UM BONSAI POR MUITOS E MUITOS ANOS.

3 - COMO TROCAR A TERRA DO VASO?

REGRA ESPECIAL NÚMERO SETE: "PACIÊNCIA".

Gostaria que vocês tivessem como princípio nunca podar a parte aérea e as raízes ao mesmo tempo. Evitando as duas operações ao mesmo tempo poupamos mais nossa árvore. Depois da poda da parte aérea daremos um tempo para que a planta se refaça e, então sim, podaremos as raízes. 
-Quanto tempo esperar?
De preferência, esperar pela época ideal ou seja, final do Inverno começo da Primavera.
-Mas, a poda aérea não teria também um período ideal?
Sim, quando sua árvore já estiver sendo cuidada e, principalmente, se ela for uma frutífera ou florífera, a época ideal é também no final do Inverno começo da Primavera. Isto porque devemos podar antes que saiam os primeiros botões pois poderíamos perder a frutificação ou a floração da mesma que, afinal de contas, são o encanto de nossas árvores. 
 
Nosso trabalho neste momento é o de reenvazar esta árvore. Vamos retirar nossa planta do local onde estiver para fazer a mudança pretendida. Com uma faca vamos soltar a terra que poderá estar com certa aderência com as paredes da lata ou vaso plástico. Enfie a faca encostada pelo lado de dentro, entre a lata ou plástico e a terra e vá contornando toda a volta. Isto soltará o torrão. Retire o torrão com cuidado evitando que se quebre.
Vamos manter o torrão de terra que ficar acima da linha traçada. Claro que devemos observar se na área que definimos existe uma boa quantidade de raízes. Aí está nosso terrão saiu por inteiro. Nosso próximo passo é verificar se existem raízes em quantidade. É fácil, elas estarão visíveis.  Vamos agora destorroar começando pela parte inferior do torrão ou seja, de baixo para cima. Usaremos um pálito de bambú ou um garfo velho. Existem ferramentas adequadas. Vamos deixar para depois. Vá retirando a terra e percebendo que raízes ficarão expostas. Quanto mais raízes, mais saudável é sua planta. Existem excessões, árvores que naturalmente tem poucas raízes. Portanto, não se preocupe muito. Se a árvore está bonita e saudável a quantidade de raízes encontradas é o necessário.
Deixe um torrão conforme o traço feito. A parte inferior  será eliminada. 

Conforme vamos retirando a terra as raízes
vão ficando expostas.
Todas serão cortadas rente ao torrão.
Muito bem, tiramos a terra da parte marcada, o que fazer?
Agora vamos podaras raízes que ficaram expostas. Corte-as com uma tesoura bem afiada bem próximo ao torrão que restou.
Proteja com pasta de dente os cortes que forem sendo feitos. Este trabalho deve ser feito em local sombreado para que as raízes não se ressintam com o calor. Se estiver muito quente use um borrifador com água e umideça vez por outra. 
IMPORTANTE:- O conjunto de raízes formam o orgão alimentador da planta (A boca). 
Vejamos, como nós estamos diminuindo a "boca" da nossa árvore é conveniente, necessário, reduzirmos a sua parte aérea.  Vamos fazer isto deixando 1 ou duas folhas em cada galho. Nada mais!
Veja como podar as folhas no tópico abaixo.
VAMOS DAR UMA PARADA E PASSAR A UMA OUTRA PÁGINA PARA VERMOS COMO PODAR AS FOLHAS, PREPARAR O VASO E ACOMODAR A PLANTA.
CLIQUE AQUI
Você pode dar acabamento colocando musgo sobre a terra ou pedriscos, castelos (pedregulho). O musgo vcê poderá retirar de locais onde haja muita umidade. Nestes locais é muito comum a presença de musgo. Retire-os e coloque sobre a terra do seu vaso que ficará com uma aparência envelhecida.
Nossa árvore já se parece com um Bonsai mas não é. Veja a "regra" abaixo, que considero a mais importante de todas.
-Qual a terra que vou usar? Quando adubo? Qual o local ideal para deixar minha árvore? Com quais árvores posso trabalhar?
É verdade são tópicos interessantes, veja logo abaixo!

REGRA ESPECIAL NÚMERO OITO: "PACIÊNCIA"
.
PRIMEIRA OPÇÃO

QUAL A TERRA (COMPOSTO) QUE VOU USAR?

 

Simples, faça a seguinte mistura usando sempre  todos os ingredientes secos. Ficará melhor para acomodá-los dentro do vaso no momento de reenvasar:
2 (duas) partes de terra boa. (Quero dizer com terra boa, qualquer terra do fundo do nosso quintal, onde se desenvolva bem uma horta por exemplo.)
1 (uma)  parte de areia média ou grossa. (Esta areia que está sendo usada na construção do seu vizinho.) A finalidade da areia é para drenar melhor a água.
1 (uma) parte de esterco de gado seco e coado. (Coar para que não fiquem pelotas dentro do vaso. Causam má impressão. Só por isso!)
SEGUNDA OPÇÃO

Atendendo solicitação do nosso amigo Antonio José Alves F. Requeijo do  Rio de Janeiro-RJ

QUAL A TERRA (COMPOSTO) QUE VOU USAR?

Nosso amigo tem razão ao dizer que nem todos temos quintal em casa, principalmente nos grandes centros. Vamos preparar um composto diferente para estes casos.
3 (uma) parte de terra vegetal. (Também encontrada nestas lojas.)
1 (uma) parte de areia grossa de rio.
MISTURE AS DUAS
DETALHE IMPORTANTE - USAR UM ENRAIZADOR A razão de termos cortado as raízes de nossa árvore é que, um Bonsai deve ser acomodado em vaso de pequeno porte. Certo! Mas mesmo em um vaso pequeno é necessário uma boa quantidade de raízes para dar sustentação a toda planta. Por esta razão, (termos cortado as raízes) vamos usar um produto que ajude a planta no desenvolvimento de novas raízes. São conhecidos como "enraizadores". Bem lógico!
Darei o nome de dois facilmente encontrados.
1. BIOFERT - É um produto da BIOKITS muito bom
2. VITAFLOR RAIZ - Este produto é encontrado em lojas de jardinagem e afins.
3. COMPLEXO B1 - é um remédio para o fígado que tem como princípio ativo os mesmos ingredientes do produto acima. Encontrado em todas as boas farmácias. 
DOSAGEM- Use a tampa dos mesmos em meio litro de água.
COMO USAR - Após acomodar sua planta no vaso e molhá-la até que a água vaze pelo furo de drenagem, aguarde mais uns 15/20 minutos e coloque a solução de enraizador que você preparou.
LOCAL ONDE DEIXAREMOS NOSSA ÁRVORE Nossa árvore, após a poda de raízes deverá ser colocada em local sombreado, sem muita ventilação, até que se recupere. Notaremos a melhora quando começarem a aparecer novos brotos e folhas. Isto variará de árvore para árvore. Em um período de 15 dias, normalmente, a planta estará respondendo aos cuidados que dispensamos a ela. NUNCA ADUBE UMA PLANTA DOENTE OU REENVAZADA RECENTEMENTE.
ADUBAÇÃO Repetindo o que foi dito acima:
NUNCA ADUBE UMA PLANTA DOENTE OU REENVAZADA RECENTEMENTE.
Começar uma adubação com calda de esterco de gado após 4 meses. Quanto mais rápida a recuperação da planta, mais cedo poderemos adubar.
Comparo com o que se faz com qualquer pessoa que sofreu uma cirurgia. Toma sopinha, nunca uma feijoada!
ÁGUA - ISTO É FUNDAMENTAL









A água é fundamental para a manutençao de um Bonsai em boas condições. Na maioria das vezes que converso com alguém que perdeu um Bonsai, verifico que houve descuido na administração de água: esquecimento, viagem,
"achei que estava molhado", etc... De fato não existe nenhum complicador para molharmos o nosso Bonsai desde que verifiquemos alguns pormenores: 
a) Clima em nossa região
Se você mora em uma região onde o clima é muito quente ( Ribeirão Preto ), deve molhar a sua planta até 3 vezes nos dias muito quentes. 
b) Tamanho do vaso e material de que é feito cerâmica, concreto 
Alguns Bonsai são colocados em vasos pequenos. Isto propicia um enxugamento mais rápido, assim como o tipo do material usado na feitura do vaso. A cerâmica esmaltada conserva mais umidade que um vaso de concreto, este último é mais poroso. 
c) Local aonde vamos deixá-la e o tempo de exposição ao sol
Dependendo do local onde colocamos a nossa planta irá acontecer uma variação na exposição; portanto é importante observarmos qual o tempo de incidência de sol. É com este tipo de observação que vamos controlando a
rega do Bonsai. 
d) Época do Ano: fria, quente
É claro que, quando acontece uma mudança de tempo deverá acontecer uma mudança na quantidade de água. No período de Inverno nossa planta precisará de menos água. 
e) Tipo de planta 
Alguns tipos de plantas como Crássulas, Ciprestes, Tuias e Pinheiros aceitam um solo menos úmido, é importante na hora da compra de um espécime solicitar informação geral sobre a planta e, principalmente, sobre a rega. 
f) Horário 
Desde que seja um dia quente, rega-se pela manhã e também a tarde. Como foi dito acima, em dias excepcionalmente quentes devemos regar também no meio do dia. Uma boa hora para climas normais é na parte da tarde, sua planta vai aproveitar a umidade durante a noite. É claro que, em dias seguidos de muito frio não é aconselhável molhar a planta a tarde. O excesso de umidade pode apodrecer as raízes. 
g) Como regar 
Uma maneira prática de medida é regar até a água escorrer pelo furo no fundo do vaso. Muitas vezes, por esquecimento, deixamos de molhar nossa planta por um dia. Quando isto ocorrer, a terra do vaso pode endurecer, e neste caso, devemos molhar a planta por imersão por alguns minutos isto é, colocar o vaso dentro de 1 recipiente com água. No ressecamento da terra acontece um travamento do substrato em redor das pequenas raízes e, quando molhamos da maneira normal a água não consegue atingir aquelas raízes essenciais na alimentação da planta, ocorrendo a perda total da planta. Observe que quando você molha um vaso seco, ou seja, onde não existe umidade, a água não penetra de imediato, ela escorre como se fosse um piso. A pouca água que permanece sobre a superfície do vaso vai dilatando e abrindo poros que absorverão a água; por isto devemos molhar cada vaso demoradamente e com regador de crivo fino. Importante: o vaso para Bonsai tem um furo de bom tamanho na parte de baixo que é para escoar o excesso de água que porventura tenhamos usado, fica então subentendido que não se deve usar um prato para apoio do vaso, isto criaria um acumulo de água dentro do prato e por conseguinte no vaso. 
h) Um teste excelente 
Verifico a umidade dos meus vasos tocando a terra com as costas da mão. É uma boa maneira de sentir a umidade ou secura do composto. É NECESSÁRIA A UMIDADE NO VASO DE BONSAI. Se você pegar como exemplo quaquer planta na natureza, vai observar que, ao escavar até as suas raízes verificará que elas estão em solo úmido. Não é porque seja um Bonsai que devemos manter a umidade mas, porque as raízes devem estar em solo com alguma umidade. Como o seu Bonsai não tem como levar as suas raízes até um solo úmido, você deve proporcionar esta condição. ÚMIDO, NÃO ENCHARCADO. 
ÁRVORES PARA TRABALHAR Goiaba
Pitanga
Jaboticaba
Castanha do Maranhão
Acerola
Manga
Sibipiruna
Ipê
Piteco
Monjoleiro
Angico
Pau Brasil
Pau Ferro
Flamboyant

REGRA ESPECIAL NÚMERO NOVE: "PACIÊNCIA"










Informativo sobre os bonsaístas
reconhecidos no Brasil

Copright 2011 - Atelier do Bonsai - Mário A G Leal
Powered By